5 Dicas para Exportar Melhor

Muitos empresários pensam que o mercado internacional é só para grandes empresas, que não têm potencial para entrar nesse setor.

Isso não é verdade. Embora exportar possa não ser uma tarefa das mais simples, não chega a ser o monstro imaginado por muitos.

Além da questão burocrática, o que torna o mercado exterior uma atividade assustadora para alguns empresários, é o mesmo que a torna lucrativa para muitos outros. Conhecer o país para o qual pretende vender e fazer um bom planejamento torna a exportação um caminho promissor para empresas de todos os portes.

O negócio no exterior apresenta uma série de vantagens, entre elas a redução no impacto das oscilações do mercado interno, regimes especiais que diminuem os custos, acesso especial a linhas de crédito, entre outros.

Veja abaixo algumas dicas de como transformar o comércio exterior em um segmento lucrativo para seu negócio:

 

01 – Planejamento

Avalie sua capacidade produtiva e verifique quais mudanças internas precisam ser feitas. Veja o processo de exportação como parte integrante de seu planejamento estratégico.

 

02 – Descubra se o país escolhido faz parte daqueles com os quais o Brasil possui acordo de comércio internacional.

As práticas comerciais realizada entre países que mantêm acordos comerciais é vantajoso para importadores e exportadores. Para quem exporta, a vantagem é a ampliação do acesso ao mercado externo, com consequente aumento do faturamento.

 

03 – Descubra quais são os regimes aduaneiros especiais

Praticamente todos os segmentos de mercado contam com regimes aduaneiros especiais, que permitem tornar os produtos exportados mais competitivos, na medida em que enquadram operações de comércio exterior como exceção à regra geral de tributação. Nesses regimes, importações e exportações podem ter isenção total ou parcial de diversos impostos.

 

04 - Controle e gestão de informação para tomada de decisão

Um dos principais bens que uma empresa possui é a informação. Sendo assim, ela deve ser tratada e gerenciada com muito cuidado para validar as decisões tomadas com relação ao comércio exerior. Para que todo o processo de comércio exterior esteja em conformidade com as instruções normativas, a empresa precisa ter um planejamento com dados unificados, compartilhados entre os usuários e integrados aos sistemas governamentais. As informações também precisam ser organizadas de maneira concisa para atender às auditorias fiscais.

 

05 – Fique atento às mudanças nas regras de comércio exterior

Constantemente são registradas modificações ou novas regras que atingem diretamente as operações de comércio exterior.

Para estar em conformidade com as novas regras é importante dispor de informações centralizadas e atualizadas, disponíveis para todas as áreas de empresa que possam ser afetadas por essas alterações.

 

Estes são os principais pontos que precisam ser observados para decidir se o comércio exterior é viável para seu negócio. Em caso de dúvidas, ou se precisar de uma assessoria profissional, entre em contato com a equipe da facilita Comex pelo telefone (31) 2552-8555 ou pelo formulário de contato, clicando aqui.